Laudo revela que bebê venezuelana que morreu em cidade do Piauí foi agredida e envenenada

Uma bebê venezuelano de oito meses que morreu no Hospital do Buenos Aires, Zona Norte de Teresina, foi agredida e possivelmente envenenada, já que o laudo do Instituto de Medicina Legal aponta intoxicação, possivelmente pela ingestão de alguma erva.

O corpo da criança foi liberado nesta terça-feira (16/11) e o laudo apontou espancamento e intoxicação como causas da morte.

Em entrevista à TV Clube, André Santos, gerente de Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), falou sobre o caso.

"Fomos informados que realmente foi por questão de agressão e por uma intoxicação alimentar, no qual foi dado alguma erva, algum chá ou substância que não deveria ser ingerida. A gente aguarda as apurações da Polícia Civil para saber se foi algum conflito na região onde eles estavam no Pará, que os fizeram vir para Teresina, pois a criança já chegou aqui debilitada, com alguns hematomas, ou se teve alguma discussão aqui no abrigo entre os familiares.

O enterro da criança aconteceu no cemitério Santas Cruz, na Zona Sul de Teresina, e foi acompanhado pela mãe, que tem apenas 14 anos, e pela avó. As duas não comentam sobre o caso.

Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html