Header Ads

Covid 19 - Idoso de 92 anos é o 1º a morrer à espera de UTI no Piauí

Idoso de 92 anos é primeiro paciente a falecer à espera de um leito de UTI no Piauí — Foto: Arquivo Pessoal/Érica Sousa

O idoso Francisco Xavier de Sousa, de 92 anos, faleceu durante a madrugada desta segunda-feira (22) enquanto esperava por um leito de UTI em Teresina. Segundo a Fundação Municipal de Saúde (FMS), ele foi o primeiro registro de paciente a morrer na fila de leitos de UTI e a família chegou a comprar cilindros de oxigênio e a contratar médicos particulares, mas ele não resistiu.

Francisco foi atendido no Hospital Municipal da Primavera, na Zona Norte de Teresina. Segundo Érica Sousa, neta de Francisco, o idoso testou positivo para Covid-19 no dia 1 de março. Desde então, a família contratou médicos particulares e comprou cilindros de oxigênio para que ele fizesse o tratamento em casa.

Mesmo assim, o quadro de saúde do idoso piorou durante o final de semana. Segundo a neta, Francisco ficou sem sintomas de Covid-19, mas sofrendo as sequelas da doença nos pulmões. Na terça-feira (16) ele foi levado pela família para o Hospital da Primavera. Na manhã desta segunda-feira (22), Francisco não resistiu e faleceu.

Em nota, a Fundação Municipal de Saúde explicou que Francisco foi atendido e ficou em um leito isolado. Em seguida, a equipe médica solicitou uma vaga de UTI para o idoso, mas Francisco faleceu antes do leito ser disponibilizado.

Segundo a Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi), nesta segunda-feira (22) há 215 pessoas esperando uma vaga em leitos de enfermaria e de UTI em todo o estado. Desses pacientes, 127 estão graves e precisam de um leito de UTI.

Leia abaixo a íntegra da nota da Fundação Municipal de Saúde (FMS):

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina informa que foi dada toda assistência necessária ao paciente Francisco Xavier de Sousa. Ele ficou em leito isolado e recebeu atendimento da equipe médica do Hospital da Primavera durante todo o tempo em que esteve na unidade. Começou usando cateter nasal e evoluiu para o uso da máscara reservatório (com oxigênio). A FMS esclarece que não houve diminuição de oxigênio para o paciente, e que ele acabou precisando de leito de UTI, a unidade hospitalar então solicitou, via regulação de leitos online, a remoção do paciente para unidade que tem UTI, pois lá na Primavera só tem leito clínico.

Infelizmente devido à alta demanda de pessoas precisando de leitos de UTI na capital, o paciente veio à óbito antes de conseguir a vaga. A fila de espera por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes graves com Covid-19 chegou a 187 pessoas em Teresina neste final de semana. Hoje 100% dos leitos estão ocupados.

Fonte: G1 Piauí
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html