Header Ads

Mulher é assassinada pelo marido por comemorar título do Palmeiras

Uma mulher foi assassinada a facadas no último domingo (31), quando estava em um apartamento na Vila Mangalot, na zona oeste de São Paulo. Leonardo Souza Ceschini, 34, teria ficado irritado ao ver a mulher, Erica Fernandes Ceschini, comemorando a vitória do Palmeiras pela Copa Libertadores da América no sábado, 30.

Durante depoimento, o empresário confessou o crime e revelou ter desferido facadas na mulher ao tomar o objeto de sua mão durante uma briga. Leonardo foi preso em flagrante, conforme informou a Polícia Civil via comunicado. Quando chegaram ao local do feminicídio, policiais encontraram a vítima caída no chão da cozinha. Ela já estava morta ao acionarem a ambulância.

Ainda segundo a polícia, o suspeito estava com lesões no abdômen e foi socorrido ao Hospital do Mandaqui, onde permaneceu internado sob escolta policial. Leonardo Ceschini foi autuado por homicídio qualificado.

Em entrevista, Renê Fernandes, tio da vítima, contou que ainda não entendeu o que levou Leonado ter tido esse comportamento: "Estamos abalados e sem entender o que aconteceu. Estava tudo normal no sábado. Ela estava feliz pela conquista do time, ainda não consigo acreditar que o marido tirou a vida da esposa só porque o time era rival", falou.

Nas redes sociais, amigos também lamentaram a morte de Erica. "Ô amiga, que falta você vai fazer. Que tristeza, que tragédia! Só Deus para explicar", escreveu uma amiga. "Nossos corações estão em pedaços. Descanse em paz minha linda", comentou outra em seu Instagram. Érica era mãe dos gêmeos Henri e Lorenzo, de dois anos de idade.

Empresário matou esposa a facadas por causa de futebol
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html