//// ANALYTICS //// Recém-nascida morre em hospital após ser estuprada - Notícias de Barras, Piauí, Brasil e o mundo ::: www.barrasenoticia.com.br

Header Ads

Recém-nascida morre em hospital após ser estuprada

A morte de uma criança de apenas um mês de vida, teria sido vítima de estupro, está sendo investigada pela Polícia Civil de Tutóia (MA). A família da criança está abalada e inconformada com o caso. Com informações do G1.

A mãe da criança morreu aos 20 anos, no dia 12 de junho, após complicações no parto. A criança dela, que se chamava Vitória, ficou com o pai, Joel Cabral da Silva. Ele mora junto com a mãe dele, o padrasto e três irmãos adultos.

Segundo informações, com um mês de sete dias de vida, a bebê passou mal e foi para um hospital, onde os médicos suspeitaram de abuso sexual. A criança não resistiu e morreu.

Laudo apontou que o bebê apresentava lesões na região anal, com traumas físicos causados a menos de 10 dias da morte, podendo ser pela manipulação digital (dedos), pênis ou algum objeto, confirmando a suspeita de estupro. 

Ainda segundo o documento, também havia lesões vaginais, que apontaram ainda um quadro de negligência por parte dos familiares devido a falta de cuidado ou desleixo com a higiene.

Polícia Civil abriu um inquérito para apurar o estupro da recém-nascida e suspeita de alguém da família do pai, que chegou a ser preso em flagrante assim que o laudo saiu, mas foi liberado por falta de provas.

O Ministério Público do Tutóia também acompanha o caso.
Laudo que comprova que o bebê foi vítima de abuso sexual
Laudo que comprova que o bebê foi vítima de abuso sexual     Foto: Reprodução/TV Mirante

Família de bebê que morreu após estupro está inconformada e exige justiça no caso
Família de bebê que morreu após estupro está inconformada e exige justiça no caso     Foto: Reprodução/TV Mirante
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html