Homem é preso após agredir e manter a mulher em cárcere privado no PI

Segundo o tenente Ângelo, da CIPM do Promorar, a mulher retirou a queixa contra o agressor, seu marido, identificado como Hebert, de 39 anos. A vítima está com hematomas no braço, mas não quis prosseguir com a denúncia.

A filha, uma criança de 1 ano de idade, foi retirada da guarda do casal, a pedido do Conselho Tutelar.

Homem é preso após agredir e manter a mulher em cárcere privado em Teresina

Um homem identificado como Hebert foi preso na tarde desta quinta-feira (24) após agredir a esposa com um pedaço de madeira, no bairro Promorar, zona Sul de Teresina. Segundo a Polícia Militar, ele mantém a mulher em cárcere privado. O casal tem uma filha de um ano de idade.

A prisão foi efetuada pela 2ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) do Promorar, Patrulha Maria da Penha e teve participação do Conselho Tutelar.

Segundo o tenente Magno, da CIPM, esta não é a primeira vez que ela sofre agressões do companheiro.

"Ele bate muito nela e ela está lesionada e não quer representar. Estamos convencendo ela a prestar queixa. Hoje ele bateu nela 'de pau' e ele não deixa ela sair para lugar nenhum. Mantém ela em cârcere privado".

O casal e a filha foram levados para a Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis.

Imagens de câmeras de segurança mostram cerco da Polícia em frente à residência do acusado | FOTO: Reprodução
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html