Header Ads

Polícia do Piauí é a que menos mata do Nordeste

O Piauí é o Estado em que houveram menos mortes provocadas por policiais do Nordeste. Segundo informações do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, foram 33 mortes no Estado durante o ano de 2020. Em primeiro lugar aparece a Bahia, com 1.137 mortes durante o ano passado. Considerando a propocionalidade populacional, o Estado ocupa o segundo lugar junto com a Paraíba, com uma taxa de 1, atrás apenas do Maranhão com taxa 0,8. Saiba quais são as policias que mais matam.

O levantamento mostra que a polícia do Piauí também aparece como o sexto Estado do Brasil que menos mata, atrás do DF (11), a unidade com menos mortes do país, seguido de Roraima (15), além de Rondônia e Mato Grosso do Sul (20 cada), Tocantins (24) e Acre (26).



Polícia piauiense é a que menos mata no Nordeste. Crédito: Polícia Militar do Piauí.

Com relação à taxa proporcional, o Piauí está atrás de DF (0,4), Minas Gerais (0,6), e Maranhão (0,8), ocupando a quarta posição nacional. O levantamento do Fórum leva em conta mortes provocadas por policiais militares, federais e civis em cada estado.

De acordo com Cel. Rubens Pereira, secretário de Estado da Segurança, o número é o reflexo de um trabalho continuado. "Hoje o Estado do Piauí tem como regra um procedimento operacional padrão. Isso é um manual para cada atendimento, que tem um protocolo a seguir. Cada ocorrência tem uma metodologia para enfrentar determinado problema. Cada ocorrência é uma ocorrência, mas o procedimento é padronizado a partir de um estudo de formação. Isso tem sido feito de forma muito constante, tanto na Polícia Militar como na Civil. Isso está contribuindo", explica.

13º BPM não registra mortes por policiais

Para Major Elizete, comandante do 13º Batalhão de Polícia Militar, que cuida da região da grande Santa Maria da Codipi, considerada uma das mais perigosas da zona Norte de Teresina, isso demonstra que a polícia do Estado tem um trabalho humizado.

Sob o comando da Major, não houveram mortes provocadas por sua tropa. "A formação de policiais militares na PMPI tem dado ênfase aos princípios basilares dos Direitos Humanos, com priorização da preservação da vida. Nossos policiais militares são orientados pelo Comando Geral nesse sentido, e, em especial, no 13º BPM , que comando, não houve nenhuma ocorrência em que o policial atingiu mortalmente um infrator. Nosso procedimento é pautados em instruções normativas que seguem os protocolos internacionais que primam pela valorização da vida", revela.

Major Elizete comanda o 13º Batalhão de Polícia Militar. Crédito: Divulgação.

Veja o ranking do Nordeste:

1- Bahia: 1.137 mortes (taxa de 7,6)
2- Sergipe: 196 (8,5)
3- Rio Grande do Norte: 145 (4,1)
4- Ceará: 143 (1,6)
5- Pernambuco: 115 (1,2)
6- Alagoas: 95 (2,8)
7- Maranhão: 41 (0,6)
8- Paraíba: 40 (1)
9- Piauí: 33 (1)

FONTE: MEIO NORTE
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html