Header Ads

Seduc fará repasse de R$ 60 às familias mais carentes da rede pública estadual

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está executando junto ao Banco do Brasil um trabalho de repasse financeiro para as famílias mais carentes da rede pública estadual. Esta ação é baseada na medida provisória do Governo do Estado que estabelece a política emergencial de alimentação escolar.
O repasse financeiro será feito mediante o cadastro de pessoa física (CPF) do responsável pelo aluno. A Seduc tem aproximadamente 51 mil responsáveis e 60 mil estudantes a vista do benefício. As famílias terão acesso a uma conta bancária por aplicativo ou receberão o beneficio em forma de tíquete alimenticio. O saque será feito em uma agência bancária com valor equivalente a R$ 60,00. Mas também, com o tíquete alimentício ou aplicativo do banco do brasil, o beneficio pode ser retirado em acesso direto a rede de supermercados.
“Esta medida busca atender os estudantes que neste momento não podem usufruir do direito de alimentação escolar. Com isso criamos essa oportunidade de as famílias terem esse apoio a alimentação neste momento de isolamento social devido a pandemia ocasionada pelo Covid-19”, declarou Ellen Gera, secretário estadual da educação.
A Seduc informou também que publicará a lista dos beneficiários, mas não comunicou data. Ellen Gera frisou que não é preciso as famílias se dirigirem às escolas. A não ser que a própria escola determine. “Em relação a quantia em dinheiro, a Seduc se responsabiliza por fazer o uso de plataformas públicas como meio de divulgação da lista” finaliza.
A Secretaria de Educação anunciou que já emitiu comunicado às escolas da rede estadual, que possuem estoque de gêneros alimenticios, autorizando a sua distribuição. “A própria escola entrará em contato com cada família que irá receber os alimentos” disse Ellen Gera.

Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html