Header Ads

Após mandato, Chico Marques é condenado por improbidade administrativa e pagamento de multa. Veja!

Fonte: longah.com

Justiça multa Chico Marques em R$ 20 mil por improbidade administrativa




O Ministério Público Federal no Piauí (MPF/PI) obteve na 3ª Vara da Justiça Federal a condenação do ex-prefeito de Barras, Francisco Marques da Silva, pai do vereador Vinicius Marques, pela prática de improbidade administrativa cometida durante seu mandato.

De acordo com a ação do procurador da República Marco Aurélio Adão, o ex-gestor deixou de responder, oportunamente, a várias requisições de informações solicitadas pelo Ministério Público Federal. As requisições faziam parte de procedimentos administrativos instaurados pelo MPF.

Na época, o juízo da 3ª Vara Federal condenou Francisco Marques da Silva (Chico Marques) ao pagamento de multa civil no montante de R$ 20.000,00 corrigidos, destinados ao Tesouro do município de Barras e à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de 3 anos. Ao ex-gestor coube entrar com recurso contra a decisão.

Ação Civil de Improbidade – Processo nº 5803-70.2013.4.01.4000

Mesmo assim, as contas do ex-prefeito foram aprovadas "por parte dos vereadores" da Câmara de Vereadores de Barras. 

Na votação dos dois anos (2010/2011) cujas contas foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) com ressalva, a votação foi bem positiva para o ex-prefeito. No primeiro, apenas dois vereadores se posicionaram contra. No segundo ano, foram 12 votos a favor e apenas 1 contra.  Ele precisaria de apenas 5 votos.

A surpresa foi durante a votação das contas que tinham parecer desfavorável do TCE. O ex-prefeito precisaria de 9 votos favoráveis para ter a aprovação dos vereadores. Com 9 votos a favor e 4 contra, Chico Marques se livrou da reprovação. 

Veja matéria no link a seguir: http://longah.com/index.php/destaque/justica-multa-chico-marques-em-r-20mil-por-improbidade-administrativa-35939.html

Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html