Acusado de matar cantor Tony Fran é condenado a 16 anos de prisão no Piauí

Em 26 de setembro deste ano, o Tribunal do Júri proferiu uma sentença condenatória, impondo uma pena de 16 anos de prisão ao réu Paulo Conceição Sousa pelo assassinato do cantor Tony Fran, ocorrido em São Miguel do Tapuio.

O réu atacou a vítima com um facão e uma pedra, utilizando meios que dificultaram ou tornaram impossível a defesa de Tony Fran.

FOTO: REPRODUÇÃO


No julgamento estiveram presentes os promotores de Justiça Márcio Giorgi Carcará, Raimundo Nonato Ribeiro Martins Júnior e Silas Sereno Lopes.

Paulo Conceição Sousa agora enfrentará mais de 15 anos de reclusão em regime fechado. No entanto, a sentença também considera a detração dos dias de pena já cumpridos desde sua prisão em flagrante, convertida em preventiva, até sua posterior liberação. Isso resulta em uma pena estabelecida em 15 anos, 4 meses e 14 dias de reclusão, a ser cumprida em regime fechado, conforme estabelecido pelo art. 112, IV, da Lei de Execução Penal (LEP).

O crime ocorreu na madrugada de 26 de setembro de 2017, quando o cantor Tony Fran foi brutalmente assassinado enquanto dormia em uma barraca de festejo. Na época, a vítima mantinha um relacionamento com a ex-companheira do acusado.

Fonte: Tribuna em Foco
Tags

#buttons=(Aceitar!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Leia Mais
Accept !