Piauienses são presos acusados de envolvimento em roubo milionário em SP

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí, através, da Superintendência de Operações Integradas, da Força Estadual Integrada de Segurança Pública (FEISP) e da Polícia Civil do Piauí, deram cumprimento de cumprimento de cinco mandados de prisão, na manhã desta terça-feira (17), na cidade de Parnaíba, na região do litoral Norte de estado.

Piauienses são presos acusados de envolvimento em roubo milionário em SP

Os presos faz parte da ação, nomeada de "Operação Teia", que é coordenada pela 1ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Roubos e Latrocínios do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), de São Paulo.

No Piauí foram presos 04 homens e 02 mulheres, acusados de envolvimento com uma quadrilha investigada por um roubo de R$ 14 milhões, ocorridos em São Paulo, em agosto do ano passado. Os piauienses foram encaminhamos para Central de Flagrantes de Parnaíba, onde foram ouvidos pelo delegado Filipe Bonavides.

Ao todo, os agentes cumprem 77 mandados de busca e apreensão e 76 de prisão em 16 cidades de São Paulo e em outros seis Estados do país.

Piauienses são presos acusados de envolvimento em roubo milionário em SP

A investigação teve início após uma empresa de empreendimentos imobiliários sofrer um roubo de R$ 14 milhões via transferências bancárias.

Piauienses são presos acusados de envolvimento em roubo milionário em SP

O roubo

A quadrilha alugou uma sala comercial em um prédio no Itaim Bibi, área nobre da zona sul de São Paulo, em agosto de 2022, utilizando documentos falsos de uma das envolvidas. Durante 22 dias, os criminosos passaram a monitorar quem entrava e quem saía dessa empresa.

Em seguida, eles conseguiram invadir o local e render todo o departamento financeiro, que sofreu ameaças para fazer as transferências. Os R$ 14 milhões roubados foram transferidos para 87 contas de "laranjas".

Piauienses são presos acusados de envolvimento em roubo milionário em SP

A partir das informações recolhidas com a empresa vítima, a polícia iniciou as investigações. Com isso, na manhã desta terça-feira (17), cerca de 30 policiais em mais de 80 viaturas saíram da sede do Deic para cumprir as ordens da Justiça.

Os presos e os materiais apreendidos serão encaminhados à sede do Deic, na zona norte de São Paulo.

Tags

#buttons=(Aceitar!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Leia Mais
Accept !