Assassino de Bruna irá a julgamento em Barras. Relembre o caso

Mais um caso de feminicídio ocorrido em Barras irá a julgamento. Será o de Carlos Santos Soares de Paula que matou Bruna Roberta de Souza da Silva em 2014, No bairro Pequizeiro, em Barras.

A promotoria acusa o réu de ter assassinado Bruna Roberta por motivo fútil, ter dificultado a defesa da vítima, ter cometido o crime contra a própria companheira e ter tentado induzir a perícia criminal a erro alterando a cena do crime.

O magistrado admitiu a acusação feita pelo MP, que "o crime foi supostamente cometido em razão de ciúme [...] ciúmes, embora irracionais, não podem ser comparados à futilidade", diz na decisão.

Relembre o caso

O julgamento será na próxima quarta-feira, dia 23, no auditório professora Deuselina Alencar localizado na secretaria de educação de Barras Piauí. A família convida todos os barrenses que se comoveram com o caso a acompanhar o júri popular. O Ministério Público denunciou Carlos de Paula por homicídio qualificado e fraude processual. O acusado só foi preso cinco anos depois no Maranhão.





Fonte: longah.com

Tags

#buttons=(Aceitar!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Leia Mais
Accept !