Famoso autor global morre aos 75 anos

O autor Gilberto Braga morreu nesta terça-feira (26), aos 75 anos. Ele foi o responsável por novelas clássicas da TV brasileira, como "Dancin' Days" (1978), "Vale Tudo" (1988) e "Celebridade" (2003) e considerado um dos maiores nomes da teledramaturgia do país.

O sobrinho do autor, Bernardo Araújo afirmou que ele estava internado no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, desde a última sexta-feira (22) e sofreu uma septicemia.

De acordo com Bernardo, Braga "vinha há alguns anos com vários problemas de saúde e passou por uma cirurgia na coluna, uma no coração e uma hidrocefalia", além de já apresentar dificuldades para andar.

"Aí ele acabou indo para o hospital na semana passada. Ele foi internado já bem mal, e lá foi constatada uma infecção generalizada", explicou.

Autor Gilberto Braga morre aos 75 anos Foto: Memória Globo

Gilberto era casado com o decorador Edgar Moura Brasil e faria aniversário na próxima segunda-feira, dia 1º de novembro. Eles estavam juntos por quase 50 anos.

Entre outros trabalhos marcantes do veterano, conhecido por ter criado violões inesquecíveis estão também "Dono do Mundo", "Corpo a Corpo" e "Anos Dourados". Ele venceu o Emmy Internacional de Melhor Telenovela em 2008 por "Paraíso Tropical".

Gilberto Braga morre aos 75 anos Foto: Leo Martins

Artistas lamentam morte de Gilberto Braga

Tony Ramos

"Um querido companheiro. Uma pessoa brilhante, inteligente muito culta. Sinceramente, é a notícia que você não queria ouvir. Era um homem que recebia em sua casa, com conversas inteligentes, bom bate-papo. Tive momentos lindos com ele. Muito amor pra família dele e que ele tenha um descanso. Vamos em frente e agora refletir sobre isso ", Tony Ramos.

Patrícia Pillar

"Muito triste com a partida do meu querido amigo Gilberto Braga. Criador de grandes e inesquecíveis personagens que viverão pra sempre em nossos corações.
Descanse em paz"

Paolla Oliveira

"Que notícia triste sua partida. O Brasil perde um pouco da magia de grandes personagens, vilãs icônicas e boas reflexões em frente à tv. Obrigada por fazer parte da minha história, Gilberto Braga! Descanse!"

José de Abreu,

"Não, mais um amigo morre! Gilberto braga, mais um personagem da minha ABREUGRAFIA que não vai ler. Fiz dele CORPO A CORPO, ANOS DOURADOS, O PRIMO BASILIO... como te amo, gênio! Deus te receba com pompas e loas! RIP"

Marcelo Médici

"Ah não… dos maiores autores que a teledramaturgia brasileira (e mundial) já teve"

Zezé Motta

"Querido Gilberto, você me presenteou com o papel que marcou a minha história na TV Brasileira. Graças a você pude viver a Sônia em Corpo a Corpo, personagem que é lembrada até hoje. Foi um divisor de águas. Em 1984, graças a você falamos de racismo em horário nobre. Fomos amigos, demos boas risadas, tomamos bons drinks, vivemos... A minha admiração pelo Gilberto Braga sempre foi gigante, assim como ele era. Gilberto era um gênio. Deixa um marco na história da teledramaturgia. Descanse em paz meu querido, sinto sua perda, é o Brasil e a TV mais uma vez ficando órfãos. Adeus meu amigo".

Marcelo Serrado

"Hoje se foi um dos grandes autores da TV e autor de vários clássicos como Vale tudo, Dancin days, Paraíso tropical, força de um desejo, Anos dourados , Anos Rebeldes. Sou muito grato a ele por me dar uma das minhas primeiras chances com Dono do Mundo aonde eu fazia Humberto um pianista e depois fizemos juntos , Anos Rebeldes, Labirinto,Força de um desejo… enfim, uma pessoa que me abraçou e acreditou em mim!! Um bjo a Edgar! que fique a obra de Gilberto! Uma grande perda para nossa arte!!!"

Gilberto Braga era casado com o decorador Edgar Moura Brasil Foto: Luciana Costa Barretto

Perfil de Gilberto Baga

Gilberto Braga nasceu no Rio de Janeiro, no dia primeiro de novembro de 1945. Cursou a faculdade de Letras na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e começou a trabalhar dando aulas na Aliança Francesa.

Posteriormente, trabalhou como crítico de teatro e cinema do jornal "O Globo". Estreou na Globo como autor em 1972, com uma adaptação de "A Dama das Camélias", de Alexandre Dumas, para um "Caso Especial".

Sua primeira experiência em telenovela foi com Corrida do Ouro, em 1974, quando dividiu a autoria com Lauro César Muniz e Janete Clair. O primeiro sucesso veio dois anos depois, com "Escrava Isaura". Em 1978, estreou no horário nobre, com um dos seus maiores sucessos: "Dancin’ Days". Sua estreia em minisséries foi com "Anos Dourados", em 1986. Gilberto Braga destacou-se por vilões inesquecíveis.

Gilberto Braga com Claudia Abreu e Malu Mader na época de 'Celebridade'

Veja, abaixo, a lista de novelas de Gilberto Braga exibidas na TV Globo:

Corrida do Ouro (1974)

Helena (1975)

Senhora (1975)

Bravo! (1975)

Escrava Isaura (1976)

Dona Xepa (1977)

Dancin’ Days (1978)

Água Viva (1980)

Brilhante (1981)

Louco Amor (1983)

Corpo a Corpo (1984)

Vale Tudo (1988)

Rainha da Sucata (1990) – colaboração

Lua Cheia de Amor (1990) – supervisão

O Dono do Mundo (1991)

Pátria Minha (1994)

Força de um Desejo (1999)

Celebridade (2003)

Paraíso Tropical (2007)

Insensato Coração (2011)

Lado a Lado (2012) – supervisão

Babilônia (2015)

Veja, abaixo, as minisséries de Gilberto Braga exibidas na Globo:

Anos Dourados (1986)

O Primo Basílio (1988)

A, E, I, O… Urca! (1990) – produção musical

Anos Rebeldes (1992)

Labirinto (1998)

Veja, abaixo, outras produções de Gilberto Braga exibidas na Globo:

Dama das Camélias (1973)

As Praias Desertas (1973)

O Preço de Cada Um (1973)

Mulher (1974)

Feliz na Ilusão (1974)

FONTE: MEIO NORTE
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html