Header Ads

Polícia prende acusado de matar policial penal durante assalto no Piauí

A Polícia Civil de Campo Maior deu cumprimento a um mandado de prisão contra um dos acusados de matar o policial penal de Timon, Arlindo Neto, durante uma tentativa de assalto na cidade de Campo Maior.

O suspeito, que foi identificado apenas por Halan já teria confessado envolvimento no crime. O segundo envolvido conforme dito na noite do crime ainda não foi identificado.

A reportagem do portal local Em Foco entrou em contato com o delegado da 5ª Delegacia Regional de Campo Maior, Périkles Lima, responsável pelo caso, mas o mesmo disse que não poderia falar no momento.

Arlindo Neto foi abordado por assaltantes que atiraram quando viram a sua arma - Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

O CRIME

Na noite de domingo, 27 de junho, dois homens sendo um deles policial penal, identificado como Arlindo Lima de Oliveira Neto, de 32 anos, foram baleados durante um assalto no bairro Parque Estrela, na cidade de Campo Maior.

De acordo com informações de testemunhas, o policial que atua na cidade de Timon, no Maranhão, estaria na casa de amigos quando dois criminosos chegaram em uma motocicleta preta anunciando o assalto. Ao perceberem que Arlindo estava armado, os bandidos efetuaram cerca de cinco disparos que atingiram o policial e um outro homem identificado como Sebastião Alves de Sousa Neto.

Fonte: Meio Norte
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html