Homem que morreu ao fugir de motel em Teresina estaria transtornado com a morte da irmã

Informações levantadas pelo 180 dão conta que o homem de 38 anos que morreu atropelado após sair de um motel na Zona Sudeste de Teresina estaria transtornado com a morte da irmã, que não resistiu às complicações da Covid-19.

A mulher, que tinha comorbidades, chegou a ficar internada em Teresina, mas acabou falecendo há cerca de 15 dias.

Desde então, o homem ficou depressivo com a perda da irmã. Para completar, o pai deles ainda estava internado.

Informações dão conta que na sexta, muito transtornado, ele teria ido para o motel com uma mulher, mas a polícia não confirmou a presença de outra pessoa com ele no quarto.

Vários medicamentos foram encontrados com ele. Toda a família está em choque com o caso. Dos três filhos do idoso que estava internado, apenas um permanece vivo.

O caso segue sob apuração.

Sobre o caso
Um homem de 38 anos morreu na tarde desta sexta-feira (25/06) após ser atropelado por um caminhão na BR-343, próximo ao balão de entrada do bairro Dirceu Arcoverde, na Zona Sudeste de Teresina.

Informações dão conta que o homem estava sozinho no Não Sey Motel quebrando tudo dentro de uma das suítes. Funcionários acionaram a Polícia Militar, que compareceu ao local.

Ao ser abordado, o homem surtou, saiu correndo, tirou as roupas e correu em direção à rodovia, sendo colhido pelo caminhão.

A perícia foi realizada no local onde o homem morreu e o tráfego de veículos ficou complicado na região.

O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html