Casal de trabalhadores rurais é executado e filha de 3 anos assistiu tudo


Foto: Arquivo pessoal

Uma denúncia publicada no Twitter pelo advogado Diego Cabral, da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão (Fetaema), revela que um casal de trabalhadores rurais foi assassinado a tiros nesta sexta-feira (18), nas proximidades da Comunidade Vilela, no município de Junco do Maranhão. O crime ocorreu em uma área de conflito agrário.

As vítimas foram identificadas como Reginaldo de França e Maria Da Luz Benício de França. Ela era suplente da direção do Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) da região. O casal deixou uma criança de três anos que foi encontrada em cima do corpo da mãe.


Esse é o quarto assassinato de trabalhadores rurais registrado na comunidade, que vive sob intenso conflito agrário há mais de dez anos, envolvendo família originária do Rio Grande do Sul.

O Secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Chico Gonçalves, informou que a SEDIHPOP e a Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA), já estão acompanhando o caso. “A Polícia Civil já se deslocou para apurar o duplo homicídio na área. Maiores informações serão divulgadas de acordo com as investigações”, disse ele.
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html