Header Ads

Miniusina de Energia Solar poderá empregar 16% de município do Piauí

Ao todo, serão oito miniusinas no Piauí utilizando a luz do sol como matriz energética

Viviane Moura, a superintendente. Crédito: Nadja Dias/Ascom Suparc-PI.

O município de Coivaras, que possui uma população de 4 mil habitantes, localizado há 77 km de Teresina, recebe uma miniusina de energia solar de administração e responsabilidade do Governo do Estado do Piauí, parte de projeto de Parceria Público-Privada de Miniusinas de Energia Solar, gerenciado pela Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (SUPARC-PI). A instalação da miniusina poderá empregar até 16% da população do município, de forma direta e indireta.

Em Coivaras, a criação dos novos postos de trabalho será de grande impacto. “Estima-se a criação de 50 empregos diretos e mais de 600 postos de trabalho indiretos com a criação desse sistema de energia renovável. Isso permite novas oportunidades para a comunidade dessas cidades, a partir da necessidade de capacitação de mão de obra qualificada”, explica Viviane Moura, superintendente de Parcerias e Concessões.

A miniusina de Coivaras, por exemplo, vai atender a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi). A energia gerada na estrutura ficará como crédito ao Governo do Estado do Piauí à Equatorial Energia, permitindo economia para os cofres públicos. O projeto é ousado, pois leva em consideração a sustentabilidade e autossuficiência energética da região ao Norte do Estado, que está próxima de centros urbanos como Campo Maior. Ao todo, serão oito em localizações estratégicas do território, gerando emprego e renda no interior.

A miniusina a ser instalada no município de Coivaras tem capacidade de produção de 5 megawatts (MW), mais do que o suficiente para atender a Sesapi. Para se ter ideia, o consumo médio mensal por leito de hospitais e clínicas é de 1.016 KWh ao mês. Já o de um hospital é de até 425 kWh ao mês, um valor bem inferior à capacidade produtiva de energia limpa.

A PPP de Miniusinas de Energia Solar já passou por processo de viabilidade, consulta pública, licitação e agora segue com a implantação, após a assinatura do contrato. Serão três responsáveis pela implantação das miniusinas no Piauí: Energias Sustentáveis do Piaui (2 lotes que representa 4 miniusinas), GM Energia (1 lote que representa 2 miniusinas) e Brenge Par (1 lote que representa 2 miniusinas). Em pleno funcionamento, o parque de energia solar do Piauí vai gerar 40MW, somando as oito mini usinas em implantação.
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html