Header Ads

Caso de “fungo preto” é investigado em paciente com Covid-19 no Brasil

As sequelas e sintomas do novo coronavírus não param de surpreender a medicina e de deixar ainda mais questionamentos sobre a pandemia. Em Joinville ( Santa Catarina), um caso de mucormicose, infecção fúngica chamada popularmente como "fungo preto", é investigada em um paciente com Covid-19.

A doença mata mais de 50% dos acometidos. Muitos precisam passar por cirurgias mutilantes, que retiram partes do corpo afetadas pelo micro-organismo, como os olhos. O Ministério da Saúde já foi informado do caso.

Fungo Preto: doença mata mais de 50% dos acometidos ( foto BBC)

O paciente tem 52 anos e tem histórico de comorbidades (diabetes mellitus e artrite reumatoide). Ele testou positivo para Covid-19 em fevereiro.

Cerca de um mês depois, no dia 19 de março, em função de uma fraqueza generalizada relacionada ao coronavírus, ele foi internado. Após melhorar da doença, o homem recebeu alta no dia 4 de abril.

A infecção rara causada por fungos chama a atenção porque a Índia, que está passando por uma forte onda da pandemia de coronavírus, relatou mais de 9 mil casos da doença. O Uruguai já tem um caso confirmado.

Fonte: Meio Norte
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html