Header Ads

Homem é preso acusado de matar idoso de 86 anos em Campo Maior

Um homem, identificado como Raimundo Nonato Alves, de 45 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (16), acusado de matar um idoso de 86 anos dentro de uma residência no bairro Estação, na cidade de Campo Maior. De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar da cidade ao Meionorte.com, o crime aconteceu durante a madrugada e o corpo só foi encontrado na manhã de hoje.

A vítima, identificada como José Cardoso da Silva, morava sozinho e a residência é isolada com poucos vizinhos por perto. A Polícia Militar esteve no local fazendo os primeiros levantamentos e acionou a Perícia Criminal. O Instituto Médico Legal (IML) também foi acionado e removeu o corpo do local. Testemunhas relataram que Raimundo Nonato foi visto saindo correndo da casa da vítima por volta das 21h30 da noite de ontem.

Residência onde a vítima morava em Campo Maior (Foto: Campo Maior em Foco)

“Infelizmente, um homicídio que aconteceu na madrugada de hoje. Apenas às 09 horas da manhã os familiares informaram à polícia sobre o corpo. Um local isolado, não tem casas próximas, uma região de matagal. Recebemos informações sobre o suposto acusado e de imediato fizemos as diligências. Ele estava em um bar nas proximidades do Mercado Público de Campo Maior. Ele costumava frequentar a casa da vítima. Ele foi visto saindo daqui correndo, inclusive sem os chinelos. De imediato o localizamos e ele já se encontra preso na Delegacia de Campo Maior", disse o Major Etevaldo Alves, comandante do 15º BPM da cidade, em entrevista ao Meionorte.com.

A Perícia Crimnal informou preliminarmente de que houve uma luta corporal na cena do crime e que José Cardoso morreu por traumatismo craniano. Além disso, uma faca e uma foice com vestígios de sangue foram localizados. “Nós conversamos com os amigos da perícia e preliminarmente e eles informaram que a vítima possa ter morrido de traumatismo craniano. Houve uma luta corporal entre vítima e acusado e foi encontrado no local uma foice e uma faca com vestígios de sangue”, completa.

Acusado foi preso em um bar próximo ao mercado público de Campo Maior (Foto: Portal Meio Norte)

O acusado foi encaminhado para a delegacia regional e será ouvido pelas autoridades. Ele já foi preso por vários outros crimes, inclusive por agredir a própria mãe. Há informações ainda de que José Cardoso tenha sido vítima de um latrocínio e que há um segundo suspeito sendo procurado.

“Ele tava com um furo atrás da cabeça, um corte no rosto e outro na mão de faca. Queremos vingança. Quem fez isso não pode ficar assim não. Meu avô não fazia mal a ninguém. Meu avô não merecia uma morte dessa. Queremos justiça. É uma dor que não tem explicação. Ele procurou dinheiro na casa, mas não conseguiram achar. Acredito que foi mais de uma pessoa", disse Francisca Rejane, neta de José Cardoso.

Neta da vítima acredita em um segundo envolvido na morte da vítima (Foto: Portal Meio Norte)
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html