Header Ads

Seu Abraão do Suco morre aos 91 anos em Teresina

Abraão da Silva Gama, mais conhecido como Seu Abraão, morreu em sua residência nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (19), aos 91 anos, em Teresina. A informação do falecimento foi confirmada ao meionorte.com pela Dona Graça, caixa do estabelecimento do comerciante, que é conhecido como “Suco do Seu Abraão”, no Centro da capital. A causa da morte ainda não foi divulgada, mas a suspeita é de que tenha sido por complicações causadas pela covid-19. Segundo as primeiras informações, o comerciante estava há três dias com sintomas da covid e às 5 horas desta sexta, uma ambulância do Samu chegou à sua residência e constatou o óbito. Não haverá velório devido a suspeita de covid.

Seu Abraão morre em Teresina - Foto: Lucrécio Arrais.

Abraão da Silva, nasceu na cidade maranhense de São João dos Patos no dia 28 de julho de 1929, chegou a Teresina na década de 1940, tendo garantido o seu sustento e de sua família sempre com a venda de seu produto. A vida do comerciante foi marcada pela dedicação de Abraão em seu ramo comercial, que começou com caldo de cana e depois na veda de sucos e lanches.

O tradicional suco bem gelado era vendido há mais de 60 anos e faz muito sucesso em Teresina. Todos os dias são vendidos 600 litros de suco, sendo 200 litros só de cajá, um dos preferidos entre os clientes. É com a venda dos sucos que o empresário ajuda diversas pessoas e seus funcionários. A história de Seu Abraão é tão conhecida que serviu de inspiração para a historiadora Elaine Amorim fazer um livro que usou como o seu trabalho de conclusão de curso. 

Com a pesquisa sobre a vida do comerciante, Elaine descobriu algumas curiosidades da vida de Seu Abrãao. O comerciante casou com uma mulher 15 anos mais velha, não se importou com essa questão de idade, naquele período ele quebrou esse tabu. Outra curiosidade descoberta, foi que seu Abrahão trabalhou no assoalhamento da Ponte Metálica, cartão postal da cidade de Teresina. A história do empresário e seu empreendimento também virou música, numa produção da banda piauiense Mano Crispin.

Fonte: Meio Norte 
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html