Header Ads

Quadrilha que seria liderada por vereador preso roubou meio milhão em assalto no Piauí




Um vereador na cidade de São João da Serra identificado como Marcelo Milanês (Progressitas), de 52 anos, foi preso nessa quinta-feira (11/03) suspeito de arquitetar diversos assaltos na região. Segundo a Polícia Civil, um cabo eleitoral do parlamentar também foi preso.

De acordo com o delegado regional de Campo Maior, Perikles Lima, o parlamentar seria responsável por passar informações privilegiadas, pelo armamento usado nos crimes e hospedagem dos criminosos.

“Durante as investigações chegamos ao vereador Marcelo Milanês e seu cabo eleitoral. Não temos dúvidas que eles fazem parte dessa quadrilha que tem criminosos de alta periculosidade de Teresina e também da região. Apuramos que o vereador passar as informações, além de emprestar as armas e hospedar os criminosos”, disse o delegado.

Ainda de acordo com o Perikles Lima, em um dos crimes a quadrilha liderada pelo parlamentar teria roubado meio milhão de reais de uma das vítimas na cidade de Campo Maior.

“No primeiro roubo, os assaltantes conseguiram invadir a casa da vítima e levar R$ 500 mil que estavam guardados em um cofre. Esse crime teve grande repercussão e durante as investigações chegamos ao nome dos suspeitos, entre eles o vereador”, afirmou Lima.

O segundo crime que teria contato com a participação de Marcelo Milanês ocorreu na própria cidade onde ele é vereador.

“Ocorreu um roubo em São João da Serra e iniciamos as investigações, com oitivas de algumas pessoas. Meses depois, tivemos outra tentativa de roubo. Algumas pessoas que tentaram fazer esse segundo roubo confirmaram a participação do alvo da operação, que dava o apoio logístico”, detalhou o delegado que coordenou a operação policial.


Na casa do vereador foi encontrada uma espingarda calibre 20 e ele acabou sendo autuado também por porte ilegal de arma de fogo e a fiança não foi paga.



Fonte: Oito Meia
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html