Header Ads

Funcionários são vitimas de perseguição na gestão Capote, "Greve vai continuar"

Os funcionários do Centro de Controle de Zoonoses de Barras que fazem parte da Secretaria Municipal de Saúde, estão de greve por tempo indeterminado. De acordo com o que apurou nossa equipe de reportagem ambos estão sendo vítimas de perseguição por parte de integrantes da atual gestão. Além disso os funcionários reivindicam equipamentos de proteção individual (EPIs) para a prevenção da Covid-19, um veículo adequado para a realização dos trabalhos de correição e a vacinação de ambos que também são da linha de frente na Pandemia e precisam estar imunizados.

É importante lembrar aos barrenses que toda essa problemática em parte foi provocada pelos vereadores da base do atual prefeito eleito Edílson Capote, ainda no período em que ambos faziam oposição ao ex-prefeito Carlos Monte. Quem não lembra da questão que envolveu a compra de medicamentos e de um veículo para a correição destinados à vigilância sanitária e ao Centro de Zoonoses. Na época ao invés de tais vereadores terem aprovado o pedido de crédito especial para a compra de medicamentos através de dinheiro extra no valor de mais de R$ 300 mil e de um veículo para a correição, "os vereadores liderados por Capote" optaram por não colocar em pauta o pedido de crédito deixando a população sem medicamentos e o Centro de Zoonoses sem um veículo apropriado para a correição. 




Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html