Header Ads

Com 100% dos leitos ocupados, governo suspende cirurgias eletivas por 32 dias

Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress

As cirurgias eletivas e atendimentos ambulatoriais nos hospitais da rede pública do Piauí estão suspensos a partir desta segunda-feira (29). A medida, anunciada hoje pela Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi), vale pelos próximos 32 dias, até 30 de abril.

Segundo o governo do Estado, com a determinação ficarão mantidos apenas os procedimentos ambulatoriais de alto risco da Maternidade Dona Evangelina Rosa, cirurgias da regulação, demais procedimentos de urgência e emergência, oncológicos, procedimentos cardíacos e neurocirúrgicos.

Segundo o Superintendente de Alta e Média Complexidade da Sesapi, Alderico Tavares, chegou-se ao consenso de suspender mais uma vez as cirurgias devido a atual taxa de ocupação dos leitos de UTI Covid em Teresina e interior, que é de 100%.

“Considerando ainda a grande dificuldade de aquisição de insumos e fármacos para os pacientes que se internam em UTI Covid e que também são utilizados nos centros cirúrgicos, resolvemos suspender as cirurgias”, afirmou.

De acordo com o superintendente, fica a critério do Diretor da unidade de saúde a suspensão dos ambulatórios e a realocação dos servidores.

A suspensão dos procedimentos faz parte das ações do Governo Do Piauí para intensificar as medidas de contenção da propagação do novo coronavírus e preservar a prestação de serviços das unidades hospitalares do Piauí.

Decreto

O governador Wellington Dias assinou, na sexta-feira (26), o Decreto N.º 19.550 que define medidas restritivas sobre o funcionamento de atividades econômicas no Estado do Piauí. A partir de terça-feira (30) até o próximo domingo de Páscoa (4) tais estabelecimentos devem permanecer fechados, com algumas exceções.

Fonte: cidade verde
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html