Header Ads

Homem é internado com suspeita de raiva humana após ser mordido por cachorro no PI

Um homem internado há cerca de duas semanas no Instituto De Doenças Tropicais Natan Portella, em Teresina, está com suspeita de infecção pelo vírus da raiva. De acordo com a Gerência de Zoonoses (Gezoon), o paciente foi mordido por um cachorro de rua, no bairro Primavera, Zona Norte da capital, há 15 dias.

Instituto de Doenças Tropicais Natan Portella, em Teresina — Foto: Divulgação/FEPISERH

A Gezoon ressaltou que o paciente ainda não tem diagnóstico confirmado para a doença. Segundo o hospital, o paciente teve crises convulsivas e desorientação. Dois sintomas associados à infecção.

Contudo, ainda é preciso comprovar o diagnóstico. "Fizemos um exame nele que deu negativo, agora coletamos amostras para fazer um mais específico e mandamos para o Instituto Pasteur, em São Paulo", informou o gerente da Gezoon Paulo Marques.

O gestor informou que há mais de 20 anos são realizadas campanhas de vacinação contra a raiva em Teresina, pelo menos duas vezes ao ano, e que o número de animais vacinados na capital é alto.

"Quando tivemos conhecimento do caso, passamos a monitorar a região, para tentar identificar o animal, mas até agora não encontramos nenhum que possamos comprovar que foi o autor do ataque", disse Paulo Marques.

Se o animal for identificado, a Gezoon tomará as medidas cabíveis para que o cão não continue disseminando a doença.

Confira a nota da Gerência de Zoonoses na íntegra

A Gerência de Zoonoses (Gezoon) de Teresina informa que a pessoa que está internada no Instituto De Doenças Tropicais Natan Portella com suspeita de raiva humana ainda não tem diagnóstico fechado para a doença. Informa ainda que não identificou o animal que mordeu a pessoa internada, já que é um animal de rua.

A Gezoon desenvolve atividades inerentes aos Programas de Controle da Raiva, Leishmaniose Visceral, Dengue, Animais Sinantrópicos, Roedores , Animais Peçonhentos, Educação em Saúde e Outras Zoonoses. A gerência disponibiliza para a comunidade vacina contra a raiva animal, exame para o diagnóstico da Leishmaniose Visceral (calazar) e recolhimento de animais doentes (positivos para Leishmaniose Visceral e agressores) das vias públicas.


Fonte: G1 PI
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html