Header Ads

Tiroteio em posto termina com dois jovens mortos e um baleado

Dois jovens foram mortos e outro foi baleado após um tiroteio na manhã deste domingo (10) em um posto de combustíveis localizado no bairro São Cristóvão, zona leste de Teresina. O pai de uma das vítimas afirma que a motivação foi rivalidade entre faccções criminosas.

As vítimas foram identificadas como Juan Carvalho de Melo, de 19 anos e Felipe, de 23 anos. Todos estavam no posto quando houve a troca de tiros. Felipe foi atingido e ainda chegou a correr cerca de 200 metros, vindo a cair no chão próximo ao Cemitério São Judas Tadeu. Ele veio a óbito ainda no local.

Juan Carvalho foi atingido com três disparos de arma de fogo no abdômen e ainda chegou a receber atendimento médico, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos. O pai do jovem, Aciomar da Silva Melo, informou que o filho já havia sido preso acusado de homicídio e tráfico de drogas, além de integrar a facção criminosa PCC.

Juan Carvalho veio a óbito no tiroteio ocorrido na madrugada - Foto: Efrém Ribeiro

"Ele tinha o número 15, do PCC, tatuado no corpo", falou Aciomar, adiantando que a motivação teria partido dos conflitos entre o PCC e a facção criminosa Bonde dos 40. "Eu pedi para ele não sair de casa. Sem saber, eu estava me despedindo do meu filho", contou.

Os moradores da região chegaram a ouvir os tiros e acionaram a polícia. Juan Carvalho nasceu na cidade de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, mas veio morar já bebê em Teresina. O jovem chegou a ser levado para atendimento médico por um colega para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde morreu às 6h20.

No ano passado, preso, Juan Carvalho foi intoxicado com a água da Penitenciária de Altos (42 km de Teresina), ficou internado durante 20 dias, no Hospital Getúlio Vargas (HUT), e estava em liberdade condicional por causa da pandemia da Covid-19.

Outro jovem que ficou ferido se encontra internado.

Fonte: Meio Norte 
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html