Header Ads

Com cultura em segundo plano, Capote afirma cancelar o carnaval mas não define plano de auxílio aos que dependem do carnaval

Diferentemente do que mostrou ser durante a campanha, após assumir a prefeitura, Edílson Capote dá mais uma demonstração de que não está nem aí para as pessoas de baixa renda e que dependem e sobrevivem da venda principalmente no período carnavalesco. 

Com a cultura em segundo plano sendo que nem mesmo um(a) secretário(a) foi nomeado(a) para ocupar a pasta, Capote anunciou o cancelamento do carnaval devido a pandemia, mais não definiu um plano de auxílio para ajudar as inúmeras pessoas, famílias que dependem da venda de seus produtos para sobreviver no período em que seria realizado o carnaval, mostrando total falta de sensibilidade para com os mesmos e completa falta de organização que já é uma das marcas de seu governo. 

As pessoas que dependem das vendas no período do carnaval, entendem que realmente por conta da pandemia, não é possível a realização de eventos, mais exigem que o prefeito Capote ou Wilson, ou seja lá quem for que realmente manda nessa gestão, que elabore e coloque em prática um plano de auxílio para pelo menos amenizar os prejuízos financeiros que serão incalculáveis com a não realização do carnaval para as famílias que sobrevivem das tradicionais vendas. 

Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html