Header Ads

Coronavírus: Ministério da Saúde confirma oitava morte no Piauí

Subiu para 23.430 o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil. Foram 1.261 novas confirmações em 24 horas. O número de óbitos também aumentou, agora são 1.328. Os números estão consolidados com as informações que foram repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde ao Ministério da Saúde até às 14h de segunda-feira (13).

O Ministério da Saúde informou que o Piauí tem 50 casos confirmados e oito mortes pelo Covid-19. 

O oitavo óbito é de um homem de 63 anos, natural de Piracuruca, que faleceu no final da manhã desta segunda-feira, no Hospital Getúlio Vargas, como confirmou o Ministério da Saúde.

O prefeito de Piracuruca, Raimundo Alves Filho, disse que ele teria contraído o vírus em São Paulo, estado para onde tinha viajado recentemente. O idoso teria chegado em Piracuruca no dia 24 de março.

Ele tinha problemas cardíacos e voltou ao Piauí com um quadro leve do que parecia ser gripe.

Antes de viajar, o paciente já havia sido internado por pelo menos nove dias. No Piauí, o paciente fez o exame para coronavírus e testou positivo na quinta-feira (9). Foi transferido para o HGV mas não resistiu ao tratamento e foi a óbito.

Foto - Reprodução

Piracuruca já tinha um caso de morte por Covid-19, o primeiro do Piauí, o do prefeito de São José do Divino, Antônio Felícia, de 57 anos.

Piracuruca tem quatro casos confirmados de coronavírus, entre eles dois profissionais que atenderam Antônio Felícia, uma auxiliar de enfermagem e um médico plantonista.

Foto - Reprodução

Atualmente, os estados do Amazonas, Amapá, Distrito Federal, Ceará, São Paulo e Rio de Janeiro estão em estado de emergência, ou seja, precisam de redobrar os cuidados em relação à prevenção do coronavírus por estarem 50% acima da incidência nacional de casos de coronavírus.

Do total de casos, 4.926 estão em estado grave, necessitando de internação em hospitais de referência em todo o Brasil. Atualmente, dos 1.328 óbitos confirmados, 74% ocorreram em pessoas com mais de 60 anos e 75% do total das vítimas apresentavam pelo menos um fator de risco.

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma e puérperas, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html