Header Ads

Ex-prefeito reprovado de Boa Hora agora quer ser prefeito através de laranja. Veja!


O ex-prefeito da cidade de Boa Hora, Zé Resende, teve sua gestão marcada por crimes eleitorais, escândalos, agressões e ficou conhecido no município por não cumprir compromissos, o que provocou sua derrota nas urnas. 
Se não, vejamos: Zé Resende teve suas contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) referente ao exercício de 2016. O ex-prefeito ainda foi multado em 21 000 UFR.


O TCE reprovou as contas da gestão do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), na gestão do Fundo Municipal de Saúde (FMS) e na gestão do Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS).



A decisão não é mais parecer prévio, e sim o relatório final. O TCE já havia julgado as contas do ano 2014. A Câmara de Vereadores atendeu a recomendação do Ministério Público de Contas do TCE e reprovou as contas do ex-prefeito referente ao exercício 2014 tornando-o inelegível, entrando assim para a lista dos políticos ficha suja.



Zé Resende é Persona non grata entre Servidores Públicos 


Na época em que era prefeito de Boa Hora, Zé Resende foi denunciado por servidores do município que estavam de vários meses atrasados, veja: 

Em matéria do GP1, Zé Resende é acusado de não ter pagado os meses de dezembro de 2014, novembro e dezembro de 2015, abono férias e o reajuste salarial dos funcionários. Na época de acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Boa Hora, Maria da Conceição, conhecida como “Professora Ceicinha”, os trabalhadores pediram ajuda do Ministério Público.

https://m.gp1.com.br/noticias/ze-resende-e-acusado-de-utilizar-servidores-para-pedir-votos-401892.html

http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2015/12/professor-acusa-prefeito-de-morder-sua-orelha-e-registra-bo-na-policia.html
Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html