Header Ads

Responsabilidade e equilibrio de Carlos Monte à frente da gestão evitam bloqueio do FPM de Barras



No último dia 19/11 o Tesouro Nacional bloqueou recursos do Fundo de Participação do Município (FPM) bloqueados pela União de 14 prefeituras do Piauí. É importante destacar de que Barras, só não esta nessa lista de cidades que tiveram seus recursos bloqueados mesmo diante dos problemas enfrentados e ocasionados por gestões passadas, devido a responsábilidade e equilibrio com os quais Carlos Monte administra os poucos recursos que a cidade dispõe. Vale lembrar que cidades como Campo Maior e Altos que realizaram recentemente grandes festas/eventos estão na lista e desta feita pagando caro por isso.

A Secretaria do Tesouro Nacional (SNT) divulgou nessa terça-feira (19) a lista informando que os municípios estavam impossibilitados de receber as verbas federais. 

Os municípios com FPM bloqueados são Altos, Amarante, Baixa Grande do Ribeiro, Bom Princípio do Piauí, Campo Maior, Curralinhos, Dirceu Arcoverde, Guaribas, Miguel Alves, Novo Oriente do Piauí, Piripiri, Regeneração, e São Francisco de Assis do Piauí.

O delegado da Receita Federal no Piauí, Eudimar Ferreira, explica que o bloqueio se dá por pendências do município junto ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ou em caso de dívida ativa na Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

Sempre que o município incide nessas pendências, acontece esse bloqueio automático. 




Tecnologia do Blogger.
google-site-verification: google2b0840f1e7609044.html